Café Especial URBE 03 | Microlote

R$ 54,00
Em estoque Pedido antecipado Fora de estoque

O Café Especial URBE 03 é composto por Microlotes surpreendentes garimpados nas lavouras de pequenos produtores parceiros. Tem origens variadas e notas sensoriais mais complexas. Os grãos são torrados semanalmente em...

Tamanho: 250g

Tamanho: 250g
250g
500g
1kg

Moagem: EM GRÃOS (recomendado)

Moagem: EM GRÃOS (recomendado)
EM GRÃOS (recomendado)
MUITO FINA (Método Turco ou Ibriq)
FINA (Método Espresso)
MÉDIA (Métodos Aeropress Coado e Moka)
GROSSA (Métodos Chemex Clever e Syphon)
MUITO GROSSA (Método Prensa Francesa)

COMPRE JUNTO E APROVEITE O FRETE

Preço total:R$ 128,50
  • Este item: Café Especial URBE 03 | Microlote R$ 54,00
  • Filtro de Papel Hario V60 01 Branco - 100un R$ 57,50
  • Balança Dose Certa - Pressca R$ 17,00
Descrição

O Café Especial URBE 03 é composto por Microlotes surpreendentes garimpados nas lavouras de pequenos produtores parceiros. Tem origens variadas e notas sensoriais mais complexas.
Os grãos são torrados semanalmente em pequenas quantidades, com perfis ajustados individualmente, mantendo assim o frescor e a qualidade do café.
Um café especial vai muito além de uma ótima xícara doce e sem amargor - é uma relação muito íntima entre o produtor e o torrador!
Experimente esse lote, pois é sazonal e estará disponível até acabar o estoque!

Características do Café:

  • Produtor: ANDREIA RESENDE
  • Origem: Araponga - Minas Gerais
  • Região: Matas de Minas/MG
  • Altitude: 1350m
  • Variedade: Catuaí Vermelho
  • Processamento: Cereja Descascado
  • Pontuação: 86 pts SCA
  • Notas sensoriais: Rapadura, Chocolate ao Leite e Frutas Amarelas
  • Corpo: XXOO - Doçura: XXXX - Acidez: XXXO

História do Produtor:

CAFÉ URBE 03

SÍTIO SHALOM - MATAS DE MINAS/MG
Cidade Araponga/MG

Sobre Andreia Macedo Ramos Rezende
Andreia é professora e cafeicultora. Ela divide seu tempo entre a sala de aula e os cuidados com o sítio.
Na época da colheita, divide-se entre os diversos processos de pós-colheita, rodando cafés no terreiro, cuidando do secador,
além dos cuidados com a casa. Para ela toda essa rotina vale a pena, principalmente quando todo esse cuidado e dedicação resulta em cafés super pontuados, 
figurando sempre entre os primeiros lugares dos concursos.

Colheita
A colheita deste café foi feita manual.

Preparação das cerejas
A cerejas deste café foram preparadas em método cereja descascado

Secagem
A secagem deste café foi feita em camada grossa terreiro convencional

Variedades
Catuaí Vermelho

Sobre a propriedade - Sítio Shalom
Área total: 15 ha

O sítio Shalom fica na cidade de Araponga, Minas Gerais. Lá, o relevo é montanhoso e as altitudes variam de 1150m a 1350m. As lavouras ficam acima dos 1200m, o que ajuda na qualidade, proporcionando uma maturação mais lenta. Porém, isso gera muitos desafios para o manejo, já que a mão de obra é muito limitada pelas condições de terreno. Outro ponto é a maturação dos grãos, que ocorre de forma desigual, devido às múltiplas floradas durante o ano. Os cafés normalmente possuem uma qualidade excepcional, atingida devido ao terroir aliado a um pós-colheita super cuidadoso. Os cafés do Valdinei e da Andreia estão sempre entre os finalistas dos concursos. Hoje, o sítio conta com cafés naturais e despolpados, sendo aproximadamente 60% despolpados e 40% naturais. A área de café é de 10 hectares, enquanto o sítio todo possui uma área total de 21 hectares. As variedades são diversas, e agora, com a área de replanta, variedades como paraíso e bourbon rosa foram incluídas. A área de mata preservada chega a 8 hectares, com nascentes no sítio e fauna bem preservada, a cafeicultura está em harmonia com o meio ambiente. Para eles, o café trouxe a alegria de trabalhar com o que gostam e a possibilidade de prosperar através da cafeicultura.

Sobre a região - Matas de Minas

A região responde hoje por aproximadamente 24% da produção de café do Estado, em 275 mil hectares, cultivados por 36 mil produtores, sendo que aproximadamente 80% deles possuem de 3 a 20 ha. de café plantados, ou seja, são pequenos proprietários. Os outros 20% dividem-se em médios (entre 20 e 50 ha.) e grandes produtores (mais de 50 ha.). No geral, pode-se dizer que a cafeicultura da região é predominantemente de base familiar, e constitui uma densa classe média rural. Enquanto a produção do Conilon é minoritária, alcançando entre 5% e 10% da produção total de café da região, a grande maioria são cafés da espécie arábica, cultivados nas áreas de topografia montanhosa e irregular, com altitudes variando entre 600 e 1.200 metros. O clima ameno, aliado à evolução tecnológica dos processos artesanais desenvolvidos na Região, permite que os cafés possuam diversidade de sabores e nuances.

Fotos da Lavoura:


Informações Adcionais
Tamanho

250g, 500g, 1kg

Moagem

EM GRÃOS (recomendado), MUITO FINA (Método Turco ou Ibriq), FINA (Método Espresso), MÉDIA (Métodos Aeropress Coado e Moka), GROSSA (Métodos Chemex Clever e Syphon), MUITO GROSSA (Método Prensa Francesa)

Comentários

Avaliações dos clientes

Baseado em 11 avaliações Escreva uma avaliação.